Quali ou Quanti?

A diferença entre abordagens qualitativas e quantitativas

       Sempre que vamos realizar uma pesquisa para alguma finalidade, temos que saber em primeiro lugar em qual tipo de metodologia esta pesquisa vai se encaixar, para ter os melhores resultados. Uma pesquisa pode ser Qualitativa ou Quantitativa, não há uma melhor do que a outra, o que vai determinar isso, é o como você planeja e qual resultado você deseja obter. Para isso, é importante o planejamento, destacando os pontos principais que sua pesquisa terá afunilando para um resultado final.

      No trabalho, na escola, na faculdade, na internet ou até mesmo nas ruas, certamente já dedicamos algum tempo respondendo algumas perguntas para alguma pesquisa seja ela de caráter quantitativo ou qualitativo, mas temos consciência ou curiosidades de saber qual a verdadeira finalidade e diferença entre elas? Neste texto, vamos compreender melhor as duas metodologias.

Pesquisa Quantitativa – Levando ao pé da letra uma pesquisa de caráter quantitativo, ela quantifica os dados a fim de responder um problema de pesquisa, um questionamento. As principais características são; coletas de dados por meio de questionários e análise de resultados em números, que são traduzidos em formas de gráficos ou tabelas. Com o fundamento baseado em uma hipótese que o pesquisador terá, a função dos entrevistados será afirmar ou invalidar com a opinião de cada um.

“A pesquisa quantitativa é uma abordagem para testar teorias objetivas examinando a relação entre variáveis. Essas variáveis, por sua vez, podem ser medidas, tipicamente em instrumentos, para que dados numerados possam ser analisados ​​por meio de procedimentos estatísticos. O relatório final escrito tem uma estrutura definida que consiste em introdução, literatura e teoria, métodos, resultados e discussão. Assim como os pesquisadores qualitativos, aqueles que se envolvem nessa forma de investigação têm suposições sobre o teste dedutivo de teorias, construindo proteções contra conceito predefinidos, controlando explicações alternativas e sendo capazes de generalizar e replicar as descobertas.”

John W. Creswell (2013)

Pesquisa Qualitativa Diferente das pesquisas quantitativas uma pesquisa do caráter qualitativo costuma explorar informações em profundidade, levando em consideração as particularidades dos entrevistados em uma análise ampla que não é não-mensurável.  As principais características são; os entrevistados são mais livres em dar sua opinião e ter mais participação na pesquisa sem ter qualquer interferência do pesquisador, que muitas vezes fica como um observador.  

Um exemplo conhecido que podemos citar são os grupos focais, uma técnica que costuma reunir grupos de pessoas em círculos para discutir um determinado ou vários assuntos com a presença de um moderador, que fala um tema para os demais discutirem.  Os resultados coletados são apresentados em forma de relatórios, no decorrer do texto, é importante destacar os trechos, frases e opiniões mais importantes da pesquisa.

“A pesquisa qualitativa é uma abordagem para explorar e compreender o significado que indivíduos ou grupos atribuem a um problema social ou humano. O processo de pesquisa envolve perguntas e procedimentos emergentes, dados tipicamente coletados no ambiente do participante, análise de dados construindo indutivamente de particulares para temas gerais e o pesquisador fazendo interpretações do significado dos dados. O relatório final escrito tem uma estrutura flexível. Aqueles que se dedicam a essa forma de investigação apoiam uma maneira de olhar para pesquisas que honrem um estilo indutivo, um foco no significado individual, destacando a importância de compreender a complexidade de uma determinada situação”

John W. Creswell (2013)

Pesquisa Quantitativa ou Qualitativa: Qual escolher? É possível utilizar as duas em um projeto?

Como já foi dito, as duas formas de pesquisas são diferentes, tanto no processo como na forma de resultados de cada uma. A situação é que irá propor alguma das duas, ou porque não, as duas? Antes de tudo, é importante saber claramente o problema da sua pesquisa, seus objetivos e a forma que os resultados obtidos serão apresentados.

É possível utilizar os dois métodos em sua pesquisa, já acontece bastante em relatórios que usufruem de gráficos coletados em pesquisas quantitativas para ter uma base ampla de percepção do pesquisador não apenas sobre o objeto estudado, mas como a sociedade se comporta, como ela vê e pensa sobre isso.

Referência:

CRESWELL, John W.. Research Design: Qualitative, Quantitative, and Mixed Methods Approaches. 4. ed. London: Sage Publications, 2013.

Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*