Grupo Focal: uma breve explicação

Entendendo os detalhes não falados

          Um assunto ainda não tão conhecido assim pelos estudantes universitários do estado do Ceará, hoje falaremos um pouco sobre o Grupo Focal, este método que é usado na pesquisa qualitativa.  O grupo focal, é realizado seja por um instituto de pesquisa ou apenas um pesquisador que queira saber em profundidade sobre algum tema por outras pessoas.

          A situação acontece com um grupo de indivíduos, podem ser todos com uma mesma formação caso seja de interesse para o pesquisador sobre seu tema. Esse procedimento pode também ser chamado de “focus group” ou “discussão em grupo”. Normalmente o tema deve ser algo abrangente, de contexto social, para que não haja nenhum tipo de inibição por parte dos entrevistados e a coleta de informações seja plena.

Como funciona um Grupo Focal?

        Para se formar um grupo focal primeiramente é preciso ter um problema de pesquisa claramente definido e um moderador que seja imparcial durante toda a discussão, que possa conduzi-la sem de forma não tendenciosa. O moderador é a peça principal no grupo focal, pois é quem guia o processo a um nível além do superficial,  evita o desvio do foco do tema e monopólios por parte dos indivíduos mais extrovertidos, que possam causar inibição aos mais retraídos, que por sua parte também precisam opinar.

        Além disso, não se pode esquecer de ter em mãos um bom roteiro, usando como um guia em tópicos todos os assuntos a serem debatidos, vale lembrar que este guia nem sempre é seguido a risca, já que a discussão poderá levar diferentes rumos. Sobre a quantidade de grupos, deve ser proporcional podendo variar desde 3 até 12 grupos com o número de integrantes oscilando entre 6 e 10 pessoas.

Análise de resultados em um Grupo Focal

       O moderador do grupo focal é responsável pelos resultados, ele produz um relatório com toda a avaliação das partes tanto audiovisual como textual e resume pontos importantes percebidos por ele durante o processo, com observações e recomendações. Isso prova a importância desses profissionais nesse método de pesquisa.



Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*