Visual Data para o Design Qualitativo

As práticas de Visual Data permitem materializar o design qualitativo dos dados. Não são apenas os número, tabelas e gráfico que necessitam de ferramentas de design de informação. Desde o momento de entrada no campo, considerar as etapas de pesquisa como espectros informativos, visualmente relacionáveis entre si, são essenciais. Isso facilitará no cruzamento das informações coletadas e insights.

Algumas dicas para melhorar as práticas de organização da informação e de coleta de dados:

1 – Antes de solidificar qualquer seção de um esboço ou proposta de projeto, estabeleça uma visão holística e planeje o projeto.

  • O estabelecimento de uma visão holística e um esboço do seu projeto aumenta sua capacidade de garantir que suas perguntas de pesquisa e coleta de dados, análise e planos e estratégias de relatórios estejam alinhados com os objetivos do seu projeto.

2- Lembre-se, os planos e estratégias do projeto necessariamente evoluem e acontecem em seu próprio curso.

  • Cada fase do projeto introduz oportunidades de aprendizado que informam os próximos passos. Por exemplo, durante a coleta de dados, as prioridades de análise surgem à medida que você faz o balanço após cada experiência de coleta de dados.

3 – Lembre-se de que, ao coletar dados qualitativos, você está construindo relacionamentos com seus participantes.

  • Quanto mais confortáveis ​​os participantes estiverem interagindo com eles, mais fácil será para eles se abrirem e fornecerem histórias detalhadas de sua experiência vivida.
Share this Post

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*