Quali x Quanti: retrospectiva do mercado

As pesquisas por aparelhos móveis e outros dispositivos midiáticos serão tendência para 2020. Isso exige uma maior aproximação de técnicas quanti e qualitativas. Nos últimos anos, os horizontes de priorização das pesquisas quantitativas pelos departamentos de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), Marketing e Comunicação parecem converter para as estratégias com métodos mistos. Preparamos um dashboard que sintetiza os principais investimentos em pesquisa que as empresas fizeram no decorrer dos anos de 2016, 2017 e 2018. 

Pesquisas com maior investimento em 2018:

O ano de 2018 foi marcado, principalmente, pela aparecimento das pesquisas de Desk Research (que utilizam-se de dados secundários) na metodologia levantada pela ESOMAR, associação de maior reputação que engloba vários segmentos de pesquisa de mercado. Houve também um leve crescimento em pesquisas Quantitativas Online, comparando com 2017. As pesquisas Qualitativas Online também apresentam consolidação nesses anos.

Pesquisas mais utilizadas em 2017:

Em 2017, as técnicas digitais para levantamentos qualitativos também se intensificam o investimento em mobile research. As pesquisas Quantitativas Online por Celular também apresenta melhor resultado neste ano. A aplicação de questionários Face a Face apresentaram significativo crescimento nesse ano, bem como, questionários por Telefones.

Pesquisas que foram mais praticadas em 2016:

A pesquisas Quantitativas Online foram as mais empregadas em 2016 comparando com os demais anos. As pesquisas Qualitativas por Celular não foram mensuradas em 2016, denotando uma maior valorização deste tipo de método nos últimos anos. Na metodologia dos relatórios da ESOMAR a opção Outros apresenta em maior porcentagem no comparativo que fizemos, denotando os caminhos de firmamento de novos métodos empregados, que apareceram nos anos de 2018 e 2019.

Confira o Panorama Global de Pesquisas de Mercado entre 2016, 2017 e 2018:

Pesquisas mais praticadas em 2019:

As pesquisas qualitativas foram ampliadas no relatório que exploramos referente a 2018. O objetivo foi detalhar dois tipos de estudos qualitativos nos próximos anos: Qualitativa Online (grupos online, discussões, quadros de avisos) e Qualitativa por Celular (etnografia móvel, diários móveis, quadros fotográficos). Estas possivelmente poderão ser melhor visualizadas no relatório referente a 2019.

Os relatórios da ESOMAR investigaram cerca de 6.000 profissionais em mais de 550 empresas de diferentes setores ao redor do mundo. Os resultados de 2019 ainda não foram aferidos, logo mais que for disponibilizados, prepararemos um post. Nossa aposta é que as pesquisas de Desk Research irão se consolidar em 2019, bem como, as pesquisas que envolvem dispositivos móveis. A Ernest Manheim Laboratório de Opinião Pública possui profissionais credenciados nesta associação que há mais de 70 anos estabelece critérios éticos e boas práticas de pesquisas. Assine nossa Newsletter e fique por dentro de nossos insights. 

Share this Post