Para que serve o eyetracker?

Traduzir as emoções do clientes tem sido empreendido por técnicas que detectam a indução por efeitos tanto fisiológicos como neurológicos. A utilização de eyetracking, associadas com o equipamento patenteado de biofeedback, permite detectar esses parâmetros para descrever as principais atividades cognitivas através de tecnologias.

Rastrear e medir esses efeitos e agregá-los a fim de representar o estado emocional e cognitivo original tem sido uma das metas das pesquisas biofeedback e eyetracking

Mas, afinal, para que serve as pesquisas de eyetracking ?

O Ernest Manheim Laboratório de Opinião Pública lembra as possibilidades que últimas pesquisas realizadas com estas técnicas associadas permitem para empresas de vários setores. Temos desenvolvidos estudos que ajudam os gestores de marketing para tomadas de decisão desde as ações dos consumidores em pontos de venda até na leitura de painéis dinâmicos (dashboards) e usabilidade de aplicativos e softwares.

Com o aparelho de eyetracker, o pesquisador poderá desvendar alguns desses pontos:

  • Atenção ao campo de atenção (centrado nas zonas de maior foco ocular)
  • Potencial evocativo (capacidade de lembrar)
  • Potencial de memória (capacidade de memorização)
  • Trajetórias visuais (fixação)
  • Concentração da atenção (densidade)
  • Resolução de problemas (parte do processo de ponderação na escolha de produtos)

Texto inspirado nas pesquisas de Rosario Stingo e Francesco Gallucci (2007), “Biofeedback and eye-tracking”, publicado pela ESOMAR.

Share this Post