Data-driving Storytelling

Narrativa de dados qualitativos e quantitativos, inteligência em dados e poesia centrada no usuário

Técnicas e ferramentas de  visualizações de dados permitem analisar questões sobre o ponto de vista multidimensional, comparativo, geográfico ou hierárquico das informações. Em um narrativa centrada na experiência dos usuários, Ernest Manheim Lab prima por uma estética poética na interpretação dos dados.

Data-driving storytelling desenvolvido para Teatro Claro

O Ernest Manheim Laboratório de Opinião Pública utiliza as técnicas de Data-driving storytelling, conjuntamente com a Mineração de Dados, para o desenvolvimento de Pesquisas com Dados Secundários, Desk Researches.  Os principais usos desta técnica permitem:

  • Classificação: processo de colocar um objeto em uma categoria distinta predeterminada.
  • Estimativa: a estimativa é muito semelhante à classificação, exceto pelo fato de cada objeto estar associado a um valor contínuo.
  • Previsão: Muitos modelos de Mineração de Dados por Visual Data podem ser usados para previsão de algum valor para um determinado caso.
  • Associação: o agrupamento de associação consiste em identificar quais entidades ou itens provavelmente coexistirão em alguma situação.
  • Narrativa: Une estética para montagem de insights de pesquisas.

O vídeo apresentado refere-se a um trabalho de pesquisa desenvolvido para o cliente Teatro Claro.